Convergência das Mídias

Apresentação cultural sobre “As três neguinhas Magnéia”

Economizando água com a Turma da Mônica

http://www.youtube.com/watch?v=PQ4LhVveqVA

1. O conceito ou definição de Convergência das Mídias;

As convergências da  mídia é um instrumento essencial para o aprendizado dentro de qualquer escola, pois as novas práticas de ensino têm como mediador o professor, dando ao educando novas oportunidades de capacitação, aprendizado e conhecimentos muito além daqueles tradicionais, entretanto o educador tem o dever de formar cidadãos com suas próprias opiniões e também uma visão otimista e construtiva da vida, contribuindo para o desenvolvimento humano destas pessoas. Portanto, a globalização abriu espaço para novas tecnologias, por isso, o educador deve ter uma mente aberta para aceitar as novas ferramentas na prática do ensino e fundamentalmente estar em permanente atualização, buscando evitar o comodismo, pois, em alguns casos a escola tem as ferramentas tecnológicas, mas não são corretamente aproveitadas. Não se pode pensar sobre a convergência de mídias sem refletir sobre o cotidiano, o presente. Aí está a grande dificuldade. Trata-se de um processo dos quais todos somos testemunhas e ao mesmo tempo atores. Dois importantes componentes nesta fusão que está se estabelecendo entre tv, rádio, internet e veículos impressos são a digitalização do conhecimento e a disponibilidade deste saber acumulado numa rede mundial de difícil controle. O desafio do educador é como transformar essa experiência virtual numa ação prazerosa e produtiva na realidade do educando. Neste sentido, uma de suas contribuições é o conceito de Inteligências Coletivas. Ele afirma que a Internet pode criar uma espécie de “ágora virtual”, onde os cidadãos poderão deliberar sobre assuntos que lhe concernem diretamente, criando espaços virtuais temáticos onde compartilhem suas inteligências individuais, memórias, percepções, imaginações, resultando numa aprendizagem coletiva, enfim, na troca de conhecimentos. O receptor na tv interativa deixa de ser passivo no processo comunicacional. Ele assume o papel de emissor também. Podemos citar como efeitos do uso de hiperlinks nas imagens em movimento: a segmentação de público, a personalização de programação, o aumento da capacidade de crítica, a busca de conhecimento e a interação com outros espectadores. Tudo isso beneficiará imensamente a população brasileira na busca pelo saber.

 

2.Como essa convergência está presente em sua atividade profissional;

A convergência está atualmente  na minha atividade profissional se mostrando cada vez mais presentes em todas as áreas, entretanto a escola muitas vezes tem de correr atrás de novos recursos e não ficar só presa em uma sala de aula em cima de livros, quadro e giz. Muitos professores reclamam da falta de recursos para trabalhar com os alunos em um mundo tão globalizado, mas não aproveitam os materiais da escola, como o computador. Mas é possível perceber um abismo muito grande entre a prática pedagógica tradicional, utilizada nas escolas, e a realidade dos alunos, a mídia deve ser utilizada como ferramenta pedagógica e facilitadora da aprendizagem. É possível que o educador utilize a mídia pra desenvolver conteúdos articulados aos meios de comunicação e isso de certa forma acaba despertando o interesse de ambos, e assim surgindo novas idéias. O professor que não fizer isso vai ficar para trás e perder a utilização dessa grande feramente que é a tecnologia. Acredito que as mídias estão bem presentes nas atividades curriculares do ensino, pois tentamos torná-las mais atraente e mais real diante das novas exigências, porém neste aspecto procuramos ter o cuidado com as mudanças que estão acontecendo na atuação docente e a precação que devemos ter mediante o ensinar da escola formal com esse novo aprender informal das tecnologias, que são formas autônomas e independentes de produção, e, termos o cuidado para que este aprender não se torne num mundo paralelo ao da escola. E, que com o uso adequado dessas tecnologias a escola possa melhorar muito quanto a questão do interesse de aprender do aluno, fazendo uma escola mais próxima da vida real. È preciso analisar a efetiva integração das tecnologias na educação levando em conta que não devemos abandonar as práticas pedagógicas ditas por muitos, como velhas, mas, sabermos adequar de acordo com as necessidades reais de cada clientela. Também, é importante lembrar que essas possíveis possibilidades de mudanças e contribuições das tecnologias vem potencializar uma melhoria no ensino, na aprendizagem e na gestão da sala de aula, desde que esteja claro para os envolvidos no processo, a compreensão da especificidade das atividades curriculares integradas as tecnologias, com atividades bem planejadas e com objetivos educacionais voltados para a realidade local de cada escola e seu projeto de ensino.

 

3.uma reflexão sobre como podem ser utilizadas na sua área de atuação profissional: (a) as tecnologias WEB 2.0 e (b) as tecnologias móveis, de modo que duas ou mais delas possam convergir.

A Web 2.0 e as possibilidades de uso na Educação em que o professor deixa de ser o detentor do saber e transmissor de conteúdos, passando a ser o facilitador, aquele que estimula nos alunos a cultura de produzir e debater ideias. Porém há várias ferramentas que a Web 2.0 pode ser utilizada ampliando a capacidade dos alunos, estimulando a possibilidade de troca de conhecimento, pesquisa, debate, escrita, onde o aluno passa a ser um agente pensante e o professor por sua vez terá a oportunidade de verificar aspectos muitas vezes difíceis de serem identificados em sala de aula, como a capacidade de elaboração de texto pelo aluno, onde pode ser utilizado como uma ferramenta de pesquisa para ingresso de alunos futuros na escola, tornando-se uma rede de comunicação. Portanto a Web 2.0 como instrumentos no uso pedagógico torna-se dinâmica, interativa, flexível para os conteúdos e publicações explorados na sala de aula, deixando de ter uma característica estática, e podendo ser editada tanto por profissionais da área como pelos próprios usuários. O papel da interface é traduzir informação digital  do computador para o ser humano de modo a torná-la compreensível para nós. As interfaces adquirem significados em comparação com tecnologias anteriores.  Pode-se citar o caso da máquina de filmar e do cinema narrativo que foram designados como uma mistura de fotografia e teatro. O mesmo caso se dá em celulares considerados como telefones móveis, esses aparelhos, atualmente, podem ser mais comparados com micro-computadores, controles remotos e também interfaces sociais coletivas do que com aparelhos móveis. O uso de dispositivos móveis no processo de ensino  e aprendizagem no momento caracteriza-se como uma promissora possibilidade. Muitas investigações devem ser realizadas no sentido de compreender e desenvolver estratégias de seu uso na Educação. Verifica-se que o uso de celular como um dispositivo móvel educacional poderá complementar as ações do professor frente aos novos desafios educacionais, ou seja, permitirá a abertura e trará maiores possibilidades de interação, comunicação, participação, troca, colaboração entre os envolvidos, viabilizando assim, a criação de comunidades de aprendizagem com as mensagens SMS. É notório que a introdução destes dispositivos no processo educacional devem ser acompanhadas de mudanças expressivas nos métodos de ensino. Observa-se a necessidade de um maior envolvimento e preparação do professor ao inseri-los em seu contexto de atuação.  Ao trabalhar com a telefonia móvel na educação, é importante descobrir suas potencialidades e elaborar estratégias inovadoras para introduzi-las no momento certo de acordo com a necessidade do ambiente e atividades que serão propostas aos alunos, seja em cursos presenciais ou a distância, pois a utilização inadequada implicará em barreiras e dificuldades para o desenvolvimento de uma aprendizagem efetiva. Este fato vem reforçar a necessidade de se conhecer os recursos e aplicá-los em situações educacionais, pois alguns professores e alunos nunca navegou na Internet com o celular. Assim, ressalto ser relevante a preparação dos alunos para explorarem os dispositivos móveis principalmente as mensagens SMS como mais uma alternativa de acesso para a coleta de informações, bem como para a realização das atividades propostas nas aulas, para geração de trocas e colaboração entre os participantes, gerando a mediação pedagógica. Acredito que é necessário o desenvolvimento de pesquisas para introduzir os dispositivos móveis na Educação que contribuem para a facilidade de acesso ao aprendizado, além de manter o contato entre os participantes, com a instituição e serviços de suporte.

Jailza Suélia Silva de Lima
(Turma 1)

Anúncios

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: