Convergência das Mídias

POR VERA LUCIA SANTIN POLETTO

A  Convergência das Mídias resume de maneira clara e eficiente o momento que vivemos hoje. É difícil compreendermos o mundo sem estarmos conectados a um dispositivo digital. Foi-se o tempo que era necessário o rádio ou a televisão para sabermos das notícias, o telefone para comunicação e correio para recebermos cartas ou boletos para pagamento de contas. Com a invenção do computador podíamos fazer tudo isto com ele e agora nem dele precisamos mais, para mediar os acessos á internet e fazer tudo que foi citado. Hoje com um celular conectado a Internet podemos ter tudo o que se refere em termos de comunicação e informação, com a grande vantagem que é a mobilidade. Não é por outra causa que os jovens não se desgrudam mais deste aparelho que agrega além da comunicação oral o registro e divulgação de imagens, áudio e vídeo entre outros aplicativos.

Esta convergência esta presente nos nosso afazeres de forma tão insisiva, que não percebemos a profundidade deste avanço. Podemos dizer que as mídias tomaram pose da vida social e já são integrantes das nossas rotinas diárias. Vimos isto ao falar da ubiqüidade. Usar sem sentir o quanto é natural usarmos os dispositivos digitais para facilitar nossa vida profissional. Quem vive hoje sem email? Sem celular? Sem usar um computador para seus textos, planilhas, relatórios, planos de aula, apresentações de slides para uma palestra, etc?

O que nos falta é fazer com que esta espontaneidade do uso das mídias se traduza na sala de aula. Ainda é muito formal o uso de um aplicativo digital, como se fosse um momento especial da aula. Precisamos que as linguagens digitais sejam incorporadas na rotina da escola como são os processod e alfabetização, uso de um mapa, uma experimentação de ciências, etc. Com a convergência de várias linguagens em um único aparelho facilitará muito a vida do professor na preparação de suas aulas.

O aluno investigativo, leitor e autor de notícias, de fatos interdisciplinares, que perpassam pela família, escola e a sua vida, que se expressam através das redes sociais (Orkut e facebook), dos blogs pessoais ou comunidades, wikis, produz muito mais do que a velha sala de aula que o obriga a ficar sentado durante 4 horas ouvindo o professor e escrevendo no caderno conteúdos formais. A escola deve sair do foco dos conteúdos, para as habilidades e competências. Conteúdo tem na Internet, mas saber usá-lo como conhecimento é algo que não estamos conseguindo avançar. As diferentes linguagens tecnológicas (radio, TV, vídeo, áudios, imagens, impressos, aplicativos computacionais) transformadas em linguagens digitais, e convergindo para um ou dois aparelhos portáveis serão o grande link entre o ensino e a aprendizagem deste novo milênio.

Anúncios

, , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: